Meio Ambiente / Planeta Terra

Caverna austríaca tem esculturas naturais de gelo magníficas

Houve um tempo em que ninguém sabia que a caverna de gelo de Eisriesenwelt existia.

Mesmo estando localizada próxima à Salzburgo, nos Alpes austríacos, era desconhecida há séculos, já que estava em uma área pouco explorada.

Foi preciso uma pessoa aventureira para explorá-la e, em breve, Eisriesenwelt se tornou uma atração turística significativa.

O explorador Anton von Posselt-Czorich foi o primeiro a escavar o caminho para a caverna escura em 1879. Ele publicou um relatório detalhado sobre sua descoberta gelada, mas a caverna voltou a ser esquecida.

Em 1913, a importância da caverna foi notada por Alexander von Mork, fundador da Salzburg Cave Explorers, que decidiu continuar a pesquisa de Posselt. Logo depois, outros pioneiros juntaram-se à pesquisa.

Após a Primeira Guerra Mundial, outros pesquisadores começaram a explorar o marco gelado com seriedade.

Por causa das pesquisas contínuas, a caverna gelada tornou-se popular e estimulou a imaginação dos turistas. Na década de 1920, um lodge para exploradores foi construído, com instalações de escalada na caverna para que o público pudesse visitar e explorar.

Quatro anos depois, foram instaladas tábuas de madeira para que os visitantes pudessem caminhar sobre as seções geladas. Um grande refúgio também foi construído em 1925.

No início, os visitantes só podiam chegar à caverna a pé. Após 35 anos, uma estrada, de pista única não pavimentada, foi criada para os carros, o que era bastante perigoso! Assim, dois anos depois, em 1955, um teleférico aéreo foi construído para levar os visitantes para as partes mais íngremes da subida até a caverna. Agora, um novo teleférico é usado para ajudar os visitantes a chegar à entrada do santuário de gelo.

Dentro, a caverna é um labirinto de câmaras de 40 km de comprimento. As próprias cavernas são formadas em rochas de calcário, ao longo de milhões de anos, devido à ação da água que dissolve a rocha.

O que faz Eisriesenwelt tão rara e fabulosa é que suas cavernas estão cheias de formações de gelo espetaculares. Devido à forma como o ar flui dentro da caverna, suas partes mais baixas podem ser esfriadas a temperaturas abaixo de zero durante o inverno e permanecer assim durante todo o ano. A água que derrete na primavera e no verão goteja a partir de cima nas cavernas, formando esculturas de gelo impressionantes quando atinge o ar gelado abaixo.

As camadas mais antigas de gelo dentro da caverna têm 1.000 anos de idade!

As cavernas de gelo são um monumento nacional e só podem ser exploradas em uma visita guiada.

Fonte:epochtimes/  Nashai Catlett 

Imagens: (Salzburgerland/Screenshot) Flick(dominio Público

Tags: ,

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*